Gestão Escolar

Relato: Proposta de alfabetização para alunos com deficiência intelectual: desafios do aprender

Pedagoga: Marcia Zampier
E-mail para contato: marciazampier@hotmail.com
Instituição / Escola: Escola Educação Especial Brasil Perroti
Município - Estado: Curitiba-PR
Segmento Escolar em que foi aplicado: professores e alunos
Foi utilizado algum recurso do Portal Dia a dia Educação? Sim*







Relato:

Apresentar o mundo das letras a um aluno com deficiência intelectual, é antes de tudo uma responsabilidade da Escola Especial e do professor que trabalha nela. No entanto, o ensino tem que vir acompanhado da aprendizagem. Se tornarmos o processo de ensino difícil ou complicado, é bem possível que um aluno com deficiência nunca se interesse ou se aproprie dele. Podemos aprender muitas atividades fora da instituição, mas ler e escrever é função da escola, dever do professor e direito do aluno.

Assim, no ano de 2010, iniciamos, na Escola Brasil Perrotti, questionamentos sobre os benefícios que teriam nossos alunos ao se apropriarem da leitura e da escrita. Conscientizados de que seriam muitos e de grande peso para seu desenvolvimento, partiu-se em busca de encontrar uma forma de ensinar a ler e escrever que estivesse ao alcance deles, uma vez que o método desenvolvido pelo Ensino Regular não os atingia.

Para ensinar de forma que aprendessem e tivessem sucesso, fizemos a experiência de trabalhar com a Proposta Desafios do Aprender, da professora Claudia Mara da Rede Municipal de Ensino, que repassou seus conhecimentos para os professores de nossa escola. E com um trabalho conjunto entre direção, coordenação e professores desenvolveu-se esta forma de alfabetizar que respeita as características de nossos educandos.

A Proposta Desafios do Aprender é simples, prática, e eficaz. O processo ensino-aprendizagem acontece de forma sistemática, ordenada e progressiva. O aluno aprende com facilidade, torna-se autoconfiante e fica com sua autoestima elevada.

Conclui-se, então, que nosso olhar para o potencial cognitivo e não para a deficiência, investindo numa forma de ensinar, nos resultou em alunos alfabetizados, mais seguros e confiantes, o que proporcionou e facilitou o desenvolvimento de outras habilidades.


Recursos utilizados:

*Textos da seção Inclusão Educacional

Referências

SILVA. Claudia Mara da Silva. Proposta Desafios do Aprender, 2000.
Recomendar esta página via e-mail: