Organização do Trabalho Pedagógico - Sugestões de Leitura

ícone vídeo
Como usar o site Domíno Público

A formação social da mente
VYGOTSKY, L. S. Editora: Martins Fontes.

Há muito tempo, o grande psicólogo russo L. S. Vygotsky é reconhecido como um pioneiro da Psicologia do Desenvolvimento. No entanto, sua teoria do desenvolvimento nunca foi bem compreendida no Ocidente. “A Formação Social da Mente” vem suprir grande parte dessa falha. Trata-se de uma seleção cuidadosa dos ensaios mais importantes de Vygotsky, editada por um grupo de eminentes estudiosos da sua obra.

Palavras-chave: Psicologia. Formação docente.

A importância do ato de ler
FREIRE, Paulo. Editora: Cortez.
Acesse em PDF

O livro nos mostra que em uma sociedade que exclui dois terços de sua população e que impõe ainda profundas injustiças à grande parte do terço para o qual funciona, é urgente que a questão da leitura e da escrita seja vista enfaticamente sob o ângulo da luta política a que a compreensão científica do problema traz sua colaboração.
Fonte do arquivo: forumeja.org.br/livrospaulofreire

Palavras-chave: Alfabetização. Educação de adultos. São Tomé e Príncipe.

A pedagogia no Brasil: história e teoria
SAVIANI, Dermeval. Editora: Autores Associados.
Acesse trechos do livro

O livro apresenta a perspectiva histórica e a perspectiva teórica das diversas concepções pedagógicas, recuperando a história da pedagogia no Brasil e esclarecendo sua trajetória teórica. Este livro apresenta elementos significativos para superar os dilemas pedagógicos e organizar, de forma eficaz, os cursos de formação de educadores. Por esse caminho, o autor oferece aos pais, professores, alunos, políticos (do governo e da oposição), em suma, a todos os cidadãos deste país, uma obra útil à compreensão do problema educativo.

Palavras-chave: Pedagogia. Ensino Fundamental. Escola Nova. Construtivismo, Educação Básica

Ação Cultural para a Liberdade
FREIRE, Paulo. Editora: Paz e Terra.
Acesse em PDF

O método Paulo Freire é de educação, não de alfabetização de adultos. Antes de mais nada, visa a ensinar a estudar, o que para ele significa repensar e não armazenar ideias alheias. É assumir uma atitude crítica diante do que se estuda e estendê-la à realidade social, à própria existência e à visão do mundo.
Fonte do arquivo: forumeja.org.br/livrospaulofreire

Palavras-chave: Alfabetização. Educação de adultos. Teoria. métodos.

As ilusões do pós-modernismo
EAGLETON, T.; Editora: Jorge Zahar.
Acesse trechos do livro

Em seis tópicos "primórdios, ambivalências, histórias, sujeitos, falácias e contradições" permite ao leitor vislumbrar como esse "movimento", de tão breve existência, conseguiu derrubar certezas supostamente inabaláveis. Com isso, o autor faz uma análise crítica do próprio movimento do pós-modernismo e das insuficiências da categoria cultura se tomada na perspectiva do multiculturalismo.

Palavras-chave: Pós-modernismo. Aspectos sociais.

Audiodescrição: transformando imagens em palavras
MOTTA, Lívia Maria Villela de Mello; ROMEU FILHO, Paulo (Org.). Editora: Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência.
Acesse em PDF

O livro apresenta artigos de vários autores que revelam tanto os aspectos técnicos da audiodescrição como a sua concretização como um direito à comunicação e informação da pessoa cega.

Palavras-chave: Acessibilidade cultural. Audiodescrição. Deficientes visuais. Tecnologia.

Autonomia da escola: princípios e propostas
GADOTTI, Moacir; ROMÃO, José Eustáquio. Editora: Cortez.

Os textos reunidos no livro procuram explicitar, de forma articulada, os elementos fundamentais da concepção da Escola Cidadã e os instrumentos mediante os quais se constrói o Projeto Político-Pedagógico que a viabiliza.

Palavras-chave: Escola Cidadã. Projeto Político-Pedagógico.

Autoridade e autonomia na escola: alternativas teóricas e práticas
AQUINO, Julio Groppa (Org.). Editora: Summus.
Acesse trechos do livro

Com as transformações do contexto educacional, o papel dos profissionais da educação tem sido objeto de polêmica e controvérsias. A sala de aula é testemunha da diversidade das práticas educativas. Este livro aborda tópicos como os limites da autonomia e da autoridade docente, o que recuperar e o que abandonar na prática cotidiana, etc.

Palavras-chave: Hannah Arendt. Piaget. Construtivismo. Lacan. Freud. Ricoeur. Anomia. Autoritarismo.

Avaliação da aprendizagem escolar
LUCKESI, Cipriano Carlos. Editora: Cortez.

O livro aborda a questão da avaliação da aprendizagem na escola, em termos conceituais e práticos, passando por abordagens filosóficas, sociológicas, políticas, psicológicas e pedagógicas.

Palavras-chave: Aprendizagem. Avaliação educacional.

Bullying - Como combatê-lo?
COSTANTINI, Alessandro. Editora Itália Nova.

Bullying é um tipo de comportamento ligado à agressividade física, verbal ou psicológica e vem sendo estudado na Europa há 10 anos, logo após ter sido evidenciada sua correlação com o suicídio de adolescentes. Com este livro, Alessandro Costantini orienta os educadores (pais e professores) naquilo que mais os assusta e preocupa: uma adolescência problemática.

Palavras-chave: Bullying. Violência. Escola.

Bullying Escolar - perguntas e respostas
FANTE, Cleo; PEDRA, José Augusto. Editora: Artmed, 2008.

O bullying é uma das formas de violência que mais cresce no mundo e é causa de grande sofrimento. São meninos e meninas expostos às mais diversas situações repetitivas de humilhações, constrangimentos, apelidos jocosos, intimidações, difamações. Como consequências, encontram-se o comprometimento da saúde emocional, da qualidade das relações interpessoais, da construção da cidadania e, principalmente, da ruptura no processo educacional, podendo ser apontado como uma das causas dos elevados índices de evasão e retenção escolar no país.

Palavras-chave: Educação. Bullying. Ciberbullying. Assédio moral.

Compreender e transformar o ensino
GÓMEZ, A. I. Pérez; SACRISTÁN, J. Gimeno. Editora: Artmed, 1998.

Em ''Compreender e Transformar o Ensino'', os autores analisam os problemas e as práticas que foram e são essenciais para dar conteúdo e sentido à realidade do ensino. Sem compreender o que se faz, a prática pedagógica é uma reprodução de hábitos e pressupostos dados, ou respostas que os professores dão a demandas ou ordens externas. Os autores analisam os problemas e as práticas para dar sentido à realidade do ensino.

Palavras-chave: Educação. Ensino. Prática pedagógica.

Conselho de classe e avaliação
DALBEN, A. I. L. F. Editora: Papirus, 2004.
Acesse trechos do livro

Defende uma avaliação democrática que conduz à revolução pedagógica e norteia relações sociais mais ricas e mais formadoras, pois a interdependência entre as relações sociais e as atividades materiais geram ideias, concepções teóricas e formas de consciência que são efetivadas num processo de socialização da realidade objetiva vivida pelo indivíduo no cotidiano.

Palavras-chave: Avaliação educacional. Conselho de classe. Educação e estado. Escolas.

Cultura, linguagem e subjetividade no ensinar e aprender
CANDAU, Vera Maria (Org.). Editora: DP&A, 2000

Trata-se de um livro que se constitui como contribuição inegável para os campos da Didática, do Currículo e da Formação de Professores, dirigindo-se não apenas aos pesquisadores e professores dessas áreas, mas a todos os professores de uma forma geral e a todos aqueles que se preocupam com a qualidade de ensino e da formação de professores no Brasil.

Palavras-chave: Politicas públicas. Tempos e espaços. Escola. Multiculturalismo. Tecnologia.

Democratização da Escola Pública: a pedagogia crítico-social dos conteúdos
LIBÂNEO, J. I. C. Editora: Loyola, 1986.
Acesse trechos do livro

Libâneo discute e problematiza políticas e ações sobre a Escola Pública Democrática. Focaliza a instituição escolar, nas discussões mais amplas de democratização da sociedade como um todo. Focaliza a importância da prática pedagógica na escola, vinculada à teoria e à pesquisa.

Palavras-chave: Educação. Escola democrática. Escola. Prática pedagógica.

Educação como prática da liberdade
FREIRE, Paulo. Editora: Paz e Terra.
Acesse em PDF

Neste livro, Paulo Freire, em nome de uma educação orientada para a autenticidade, propõe condições e métodos para que ninguém seja mais excluído ou posto à margem da vida nacional. O que deve ser superado é o discurso oco e o verbalismo vazio sobre a educação. O que deve ser instaurada é a pedagogia que começa pelo diálogo, pela comunicação, por uma nova relação humana que possibilite ao próprio povo a elaboração de uma consciência crítica do mundo em que vive.

Fonte do arquivo: forumeja.org.br/livrospaulofreire

Palavras-chave: Educação. Diálogo. Consciência crítica.

Educação do senso comum à consciência filosófica
SAVIANI, D. Editora: Autores Associados, 2007.
Acesse trechos do livro

O autor coloca a formação do educador no necessário movimento dialético: da síncrese à síntese, bem como a necessidade em sair do que é pseudo concreto e buscar a concreticidade, indo para além das aparências numa atitude constantemente filosófica.

Palavras-chave: Educação. Brasil. Educação e Estado. Filosofia.


Educação e poder
APPLE, Michael W. Editora: Artmed, 1989.

Apple retoma um a séria crítica tanto às teorias existentes sobre o currículo, quanto às práticas curriculares adotadas nas escolas. Partindo de uma reflexão sobre seu próprio trabalho anterior e sobre as influentes teorias da reprodução cultural e social, ele refina e aperfeiçoa sua análise para introduzir elementos de contradição, resistência e oposição num quadro em que havia antes apenas reprodução, imposição e passividade. Chama a atenção para o importante papel que as escolas têm na produção do conhecimento, não apenas na sua distribuição. Apple vai também até o outro lado do currículo oculto e o trabalho.

Palavras-chave: Educação. Currículo. Teorias da reprodução.

Educação e tecnologias: o novo ritmo da informação
KENSKI, Vani Moreira. Editora: Papirus, 2007.
Acesse trechos do livro

Neste livro Kenski reflete sobre as relações que sempre existiram entre dois campos do conhecimento: a educação e as tecnologias. Ela inicia o livro com um exemplo de como é possível fazer educação mediada pelas mais novas tecnologias digitais. No restante do livro, conta a história de relacionamentos entre os vários tempos da sociedade, os avanços tecnológicos e os seus reflexos na educação.

Palavras-chave: Comunicação. Educação. Finalidades e objetivos. Inovações educacionais. Tecnológicas.

Ensino Médio: construindo uma proposta para os que vivem do trabalho  
KUENZER, Acácia (Org.). Editora: Cortez Ano, 2000.

O objetivo deste livro é definir alguns elementos que permitam aos professores e dirigentes das escolas construir um novo Projeto Político-Pedagógico, considerando os limites institucionais, as especificidades de sua comunidade, a inserção regional e a vinculação à concepção de normas e de sociedade que verifica os que vivem do trabalho, seus intelectuais e suas organizações. A primeira parte do livro é dedicada aos Fundamentos, Finalidades, Objetivos, Concepções e Princípios do Ensino Médio. A segunda parte do livro, apresenta algumas contribuições de professores, de cada uma das disciplinas, para a organização do PPP.

Palavras-chave: Educação Profissional. Ensino Médio. Mato Grosso.

Extensão ou Comunicação
FREIRE, Paulo. Editora: Paz e Terra.
Acesse PDF


Neste livro de Paulo Freire, a preocupação é a de acentuar os princípios e a fundamentação de uma educação que se define cada vez mais como prática da liberdade. Educação que não se reduz meramente à capacitação técnica, mas esforço através do qual os homens se decifrem a si mesmos como homens.

Fonte do arquivo: forumeja.org.br/livrospaulofreire

Palavras-chave: Agricultura. Serviço de extensão. Educação rural.

Fenômeno bullying: como prevenir a violência nas escolas e educar para a paz
FANTE, Cleo. Editora: Artmed, 2005.

"Bullying" é um conjunto de atitudes agressivas, intencionais e repetitivas, que ocorrem sem motivação evidente, adotado por um ou mais alunos contra outros, causando dor, angústia e sofrimento. Com uma proposta de "Educar para a Paz", a pesquisadora e educadora brasileira Cleo Fante, escreveu o livro "Fenômeno Bullying". Em uma edição revisada e atualizada por recentes pesquisas, o texto apresenta o "Bullying", como um fenômeno que vem sendo tema de preocupação e de interesse nos meios educacionais e sociais em todo o mundo.

Fonte: www.observatoriodainfancia.com.br

Palavras-chave: Bullying. Violência. Escola.

Gestão Democrática da Educação    
OLIVEIRA, Dalila Andrade (Org.). Editora: Vozes, 1997.

Este livro é imprescindível para quem deseja aprofundar seus conhecimentos sobre as políticas educacionais. Apresenta dez ensaios sobre a implantação da gestão democrática da educação, e através de recortes epistemológicos e históricos, trabalha conceitos de autonomia, conselho escolar, municipalização do ensino, descentralização, avaliação, dentre outros.

Palavras-chave: Educação. Avaliação. Política educacional. Gestão democrática.

Histórias Íntimas: sexualidade e erotismo na história do Brasil
DEL PRIORE, Mary - Planeta do Brasil

Quando o Brasil era a Terra de Santa Cruz, as mulheres tinham de se enfear e os homens precisavam dormir de lado, nunca de costas, porque “a concentração de calor na região lombar“ excitava os órgãos sexuais. E nos momentos a sós – geralmente no meio do mato, e não em casa, porque chave era artigo de luxo e não era possível fechar as portas aos olhares e ouvidos curiosos –, as mulheres levantavam as saias e os homens abaixavam as calças e ceroulas. Tirar a roupa era proibido. E beijar na boca? Bem... sem pasta e escova de dentes, difícil. Mas como o proibido aguça mais a vontade, a instituição que mais repreendia os afoitos, ironicamente, acabou se tornando o templo da perdição. Onde as pessoas poderiam se encontrar, trocar risos e galanteios e até ter relações sexuais, sem despertar suspeitas, se não no escurinho... das igrejas? Casos saborosos como esses são narrados por uma das maiores historiadoras do país, Mary del Priore. Em "Histórias Íntimas", ela mostra como a sexualidade e a noção de intimidade foram mudando ao longo do tempo, influenciadas por questões políticas, econômicas e culturais, e passaram de um assunto a ser evitado a todo custo para um dos mais comentados nos dias de hoje.

História das Mulheres no Brasil
DEL PRIORE, Mary - UNESP, 2007
Acesse trecho do livro

Este livro conta a trajetória das mulheres, desde o Brasil colonial. Obra organizada por Mary Del Priore - da qual participam historiadores além da escritora Lygia Fagundes Telles - mostra como nasciam, viviam e morriam as brasileiras no passado e o mundo material e simbólico que as cercavam. Percebendo a história das mulheres como algo que envolve também a história das famílias, do trabalho, da mídia, da literatura, da sexualidade, da violência, dos sentimentos e das representações, o livro abarca os mais diferentes espaços (campo e cidade, norte e sul do país) e extratos sociais (escravas, operárias, sinhazinhas, burguesas, donas de casa, professoras, bóias-frias).

História da Pedagogia
CAMBI, Franco. 1999.
Acesse trechos do  livro

O livro apresenta uma reconstrução/ interpretação da história da pedagogia ocidental - da Antiguidade pré-grega aos nossos dias -, segundo perspectivas que vêm delinear a novidade do empreendimento e o desejo de diferenciação em relação aos outros manuais dessa disciplina.


História das ideias pedagógicas no Brasil
SAVIANI, Dermeval Editora: Autores Associados, 2007
VENCEDOR DO PRÊMIO JABUTI 2008 NA CATEGORIA EDUCAÇÃO, PSICOLOGIA E PSICANÁLISE
Acesse trechos do livro

Resultado de uma ampla pesquisa desenvolvida com apoio do CNPq, o livro aborda a trajetória das ideias pedagógicas no Brasil desde as origens em 1549 até os dias atuais.

Palavras-chave: Escola nova. Tradicional. Tecnicista. Pedagogia crítica. Neo-escolanovismo

Inclusão escolar e suas implicações
FACÍON, José Raimundo (Org.). Editora: IBPEX, 2008.
Acesse trechos do livro

Neste livro, Facíon e outros estudiosos relatam experiências de sucesso vivenciadas em escolas que assumiram o desafio de abrir as portas e renovar suas estruturas para proporcionar uma educação mais integradora. Voltado a pais e educadores, este livro é reflexivo e motivador. Isso porque contempla etapas e esforços necessários para o sucesso da inclusão escolar, oferecendo elementos para a discussão do que é, de fato, a “exclusão”.

Palavras-chave: Educação. Inclusão em educação.

Indisciplina na escola: alternativas teóricas e práticas
AQUINO, Julio Groppa (Org.). Editora: Summus, 1996.
Acesse trechos do livro

Esta obra apresenta múltiplas abordagens teóricas e possíveis encaminhamentos práticos para o problema da indisciplina na escola. Um panorama contemporâneo dos novos referenciais teóricos, além do pedagógico. Psicólogos, psicanalistas, sociólogos e pedagogos enfrentam a indisciplina com visão atualizada, propondo soluções criativas para a compreensão e o manejo do problema.

Palavras-chave: Disciplina. Educação. Escolas.

Inteligência: um conceito reformulado
GARDNER, Dr. Howard. Editora: Objetiva, 2001.
Acesse trechos do livro

Neste livro Gardner traz a público cada passo do progresso do conceito de inteligência e acrescenta à relação duas novas vertentes: a naturalista e a existencial. Em seu novo estudo, o professor de psicologia e neurologia das universidades de Harvard e Boston, levanta também a possibilidade de que exista uma inteligência espiritual, mas ressalva que esta ainda carece de comprovação científica. Expõe, ainda, e de forma provocadora, as variadas formas de criatividade, liderança e excelência moral, e especula sobre a relação entre inteligências múltiplas e o mercado de trabalho no futuro.

Palavras-chave: Psicologia. Inteligência. Inteligências múltiplas.

Marxismo e educação: debates contemporâneos
SAVIANI, D.; LOMBARDI, I. C. (Org.). Editora: Autores Associados, 2008.  
Acesse trechos do livro

A coletânea organiza e traz a público um conjunto de textos que abordam, de diversas perspectivas e tendências, o marxismo e a educação. Os autores contemplados consideram que o marxismo ainda tem muita coisa a falar sobre educação neste início do século XXI enfatizando a discussão sobre as perspectivas metodológicas, teóricas e políticas para a educação.

Palavras-chave: Educação. Filosofia. Filosofia marxista. Marx. Sociologia.

Medo e ousadia - cotidiano do professor
FREIRE, Paulo; SHOR, Ira. Editora: Paz e Terra.
Acesse em PDF

Paulo Freire e Ira Shor trabalham com as angústias cotidianas do professor na experimentação da pedagogia do diálogo, nas mudanças de atitudes práticas e teóricas que a escolha dessa concepção de educação implica. É um estímulo, ao fornecer respostas e sugerir soluções às questões do dia a dia.
Fonte do arquivo: forumeja.org.br/livrospaulofreire

Palavras-chave: Educação. Professores. Prática pedagógica.

Navegar com segurança: protegendo seus filhos da pedofilia e da pornografia infanto-juvenil na Internet
VASCONCELOS, Ana Maria Pinheiro. Editora: CENPEC, 2006.
Acesse em PDF

Produto de uma parceria entre FIESP–Instituto e WCF-Brasil, o objetivo é proporcionar aos pais e amigos das crianças e adolescentes o contato com um tema importante, que exige presença ativa e compromisso educativo atento de todos ao seu redor. Colaboração de Patricia Lima.

Palavras-chave: Abuso sexual. Crianças. Violência sexual. Internet (Rede de computadores). Pedofilia.

O pequeno livro das grandes emoções
QUINTANA, Mário Quintana; DRUMMNOD, Carlos;
LISPECTOR, Clarice. Editora: Unesco, 2009.
Acesse em PDF

Preparada no âmbito da Década das Nações Unidas para a Alfabetização (2003-2012), esta publicação reúne textos de renomados escritores brasileiros, com textos inspiradores e de leitura empolgante e fácil, indicado primordialmente a leitores iniciantes.

Palavras-chave: EJA. Alfabetização. Antologias. Contos. Poesia. Letras de música.

Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa
FREIRE, Paulo. Editora: Cortez, 1996.
Acesse PDF

Este livro de leitura envolvente trata dos dilemas cotidianos da prática educativa, e a partir de afirmações de cunho progressista, nos mostra um caminho alternativo de mudança.
Fonte do arquivo: forumeja.org.br/livrospaulofreire
Além do livro em PDF, acesse o audiolivro: Capitulo 1 - Capítulo 2 - Capítulo 3 .

Palavras-chave: Autonomia. Educação. Ensino. Prática de ensino. Professores - formação profissional.

Pedagogia do Oprimido
FREIRE, Paulo. Editora: Paz e Terra.
Acesse PDF

O livro apresenta a metodologia utilizada por Paulo Freire, a mais importante proposta pedagógica pensada a partir da realidade do Terceiro Mundo. Apesar dos mais de vinte anos que o separam da primeira edição, a metodologia mantém atual a avaliação do papel da educação, o vigor de suas perspectivas e sua aplicabilidade.
Fonte do arquivo: forumeja.org.br/livrospaulofreire

Palavras-chave: Alfabetização. Métodos. Alfabetização. Teoria.


Pedagogia e pedagogos, para quê?

LIBÂNEO, José Carlos. Editora: Cortez, 2005.
acesse resenha em PDF

O livro reúne textos escritos ao longo da década de 1990 por José Carlos Libâneo com a intenção de responder à pergunta que dá título à obra. Constitui-se em autêntico manifesto em favor da pedagogia e, consequentemente, da profissão de pedagogo. Ao longo dos cinco capítulos do livro o autor expõe as razões que justificam a existência da pedagogia como "ciência da educação", posicionando-se em favor da especificidade da atuação profissional do pedagogo e formulando uma clara proposta para a sua formação.
Resenha enviada por Luciene Guiraud.

Palavras-chave: Pedagogia. Pedagogos. Ciência da educação.

Pedagogia histórico-crítica: primeiras aproximações
SAVIANI, Demerval. Editora: Autores Associados, 2005.
Acesse trechos do livro

Este livro dá continuidade à obra 'Escola e democracia' explicitando a origem e significado da corrente pedagógica que se propõe a superar tanto os limites das pedagogias não críticas como das teorias crítico-reprodutivistas.

Palavras-chave: Dialética. Marxismo. Burguesia. Violência simbólica. Alfabetização. Gramsci.

Política e Educação
FREIRE, Paulo. Editora: Cortez.
Acesse em PDF

Os textos que compõe esse pequeno volume com exceção de apenas um,"Alfabetização como elemento de formação da cidadania", foram escritos no decorrer de 1992 e discutidos em reuniões ora no Brasil ora fora dele.
Fonte do arquivo PDF: forumeja.org.br/livrospaulofreire

Palavras-chave: Educação. Brasil. Política. Educação.

Professora sim, Tia não: cartas a quem ousa ensinar
FREIRE, Paulo. Editora: Olho D´Água.
Acesse em PDF

É pedagógico para um aluno chamar a professora de “tia”? Segundo o autor, esse tratamento é uma armadilha ideológica nada inocente. Neste livro Paulo Freire trata de questões bem concretas do cotidiano docente, tais como o rigor no preparo das aulas, as qualidades necessárias para professoras e professores progressistas, as relações com os alunos, a escuta da palavra e a leitura do mundo e a prática da disciplina sem cair no autoritarismo.

Palavras-chave: Educação. Professor. Magistério.

Projeto Político-Pedagógico da escola: uma construção possível
VEIGA, Ilma Passos Alencastro (Org.). Editora: Papirus, 1995.
Acesse trechos do livro

O livro traz uma coletânea de temas como: construção coletiva do projeto político-pedagógico, gestão na escola, relações de poder, autonomia, princípios básicos de planejamento participativo e outros.

Palavras-chave: Projeto Político-pedagógico. Prática pedagógica. Espaço-tempo. Paradigma.

Que (e como) é necessário aprender?
TORRES, Rosa Maria. Editora: Papirus, 1994.
Acesse trechos do livro

Esse trabalho apresenta um retrato do estado atual do ensino na América Latina, contrastando experiências e sintetizando questionamentos comuns.

Palavras-chave: Ensino-aprendizagem. Formação docente. Prática pedagógica.

Uma didática para a Pedagogia histórico-crítica
GASPARIN, I. Editora: Autores Associados, 2003.
Acesse trechos do livro

Este livro é uma alternativa de ação docente-discente na qual o professor não trabalha pelo aluno, mas com o aluno. A proposta de trabalho pedagógico consiste no uso do método dialético prática-teoria-prática. O autor divide a nova didática em cinco passos, e cada um deles tem como objetivo envolver o educando na aprendizagem significativa dos conteúdos. Dessa forma, os conteúdos e os procedimentos didáticos são estudados na interligação que mantêm com a prática social dos alunos. Colaboração de Patricia Lima.

Palavras-chave: Educação. Finalidades e objetivos. Educadores. Formação profissional. Ensino.

Vygotsky e o aprender a aprender: crítica às apropriações neoliberais e pós-modernas da teoria Vygotsky
DUARTE, N.
Acesse trechos do livro

Neste livro o autor polemiza com uma tendência que estaria se tornando dominante entre os educadores que buscam, no terreno da psicologia, fundamentação em Vigotsky: a tendência a interpretar as ideias pedagógicas centrados no lema "aprender a aprender". Neste livro, o autor aponta para o papel ideológico desempenhado por esse tipo de apropriação das ideias seja, o papel de manutenção da hegemonia burguesa no campo educacional, por meio da incorporação da teoria vigotskyana ao universo ideológico neoliberal e pós-moderno.
ícone voltar ao topo
Recomendar esta página via e-mail: